Erich Cardia apresenta trilha sonora do seu litoral

Cosmopolita e de forte pegada pop, o cantor e compositor carioca chega “Pelo Litoral” apresentando um projeto que marca a sua inserção no mercado fonográfico.

erich-cardia-imprensa

ERICH CARDIA

Existem trabalhos que são caracterizados pela verdade. Verdade esta que apresentam-se dos mais variados modos existentes cabendo ao ouvinte captá-la, filtrá-la e por fim chegar as suas respectivas conclusões acerca da mesma. No caso específico deste primeiro registro fonográfico de Erich Cardia é possível perceber no álbum essa característica. Nascido e crescido no bairro de Niterói, no Rio de Janeiro, o cantor e compositor apresenta letras e melodias muito contextualizadas com o ambiente ao qual habitualmente frequenta. Como o próprio título do disco sugere, “Pelo Litoral” é pautado a partir de letras e canções impregnadas de sal e mar, que buscam a perfeita sincronia com o universo pop ao qual o álbum está imerso fazendo jus não apenas ao nome do projeto, mas também fundamentando de modo veemente a afirmação que dá início a este parágrafo.
Oriundo de um ambiente excepcionalmente artístico – o pai, Wallace Cardia, é músico e produtor audiovisual; a mãe, Chrystiane Corrêa, é artista visual e pintora -, o jovem cantor e compositor soube muito bem tirar proveito dessa profícua atmosfera ainda em sua adolescência, particularmente a partir do ofício do pai, uma vez que aos 15 anos já estava compondo a sua primeira canção e começou a interessar-se de modo mais efetivo pela profissão. Recentemente Erich decidiu que já era a hora não apenas de dar vazão as suas ideias, mas também registrá-las. Para isso fez um apanhado de nove canções (todas de sua autoria) e as registrou nos estúdios Mega, Amadeu e Homestudio do Hiroshi, todos no Rio de Janeiro ao final de 2012. No entanto o álbum só foi lançado oficialmente em novembro de 2013, trazendo como resultado final um registro acrescido de peculiaridades que acabam demonstrando um artista na mais profunda e perfeita consonância com aquilo que acredita.

Leia mais: musicariabrasil.blogspot.com.br

Por Bruno Negromonte


 

You must be logged in to post a comment.

Top